A classificação no processo de construção do número: um estudo com uma aluna com surdocegueira congênita<br>Classification in the process of construction of number: a study with a student with congenital deafblindness

Autores

DOI:

https://doi.org/10.23925/1983-3156.2020v22i2p542-572

Palavras-chave:

Classificação, Construção do Número, Matemática, Surdocegueira

Resumo

Resumo

Este artigo tem como objetivo descrever e analisar as atividades desenvolvidas sobre o conceito de classificação no processo de construção do conceito de número por uma aluna com surdocegueira congênita. O artigo é dividido em três partes: na primeira, apresenta-se a surdocegueira e a sua relação com o campo da pesquisa; na segunda, o texto aborda a construção do número e as atividades de classificação; na terceira apresenta a descrição e a análise das oito atividades realizadas. O resultado é que a aluna realizou a maioria das atividades de classificação, compreendendo a estrutura dos grupos. O texto visa estimular professores e pesquisadores a ampliarem estudos relacionando o campo da Educação Matemática ao da Surdocegueira, visando as potencialidades de cada estudante, dentro de suas possibilidades e especificidades.

Palavras-chave: Classificação, Construção do número, Matemática, Surdocegueira.

Abstract

The goal of this article is to describe and analyze the activities developed regarding the concept of classification in the process of the number concept construction by a student with congenital deafblindness. The article is divided into three parts: first, we present deafblindness and its relation with the field of research; second, the text approaches the construction of the number and the classification activities; third, we describe and analyze the eight activities performed. The result is that the student performed most of the classification activities, understanding the structure of the groups. The text aims to stimulate teachers and researchers to broaden the studies regarding the fields of Mathematics Education to that of Deafblindness, aiming at the potentialities of each student, within their possibilities and specificities.

Keywords: Classification, Number construction, Mathematics, Deafblindness.

Resumen

El objetivo de este artículo es describir y analizar las actividades desarrolladas sobre el concepto de clasificación en el proceso de construcción del concepto numérico por parte de un alumno con sordoceguera congénita. El artículo se divide en tres partes: en primer lugar, presentamos la sordoceguera y su relación con el campo de investigación; segundo, el texto aborda la construcción del número y las actividades de clasificación; tercero, describimos y analizamos las ocho actividades realizadas. El resultado es que el alumno realizó la mayoría de las actividades de clasificación, comprendiendo la estructura de los grupos. El texto tiene como objetivo estimular a profesores e investigadores a ampliar los estudios sobre los campos de la Educación Matemática al de la Sordoceguera, apuntando a las potencialidades de cada alumno, dentro de sus posibilidades y especificidades.

Palabras clave: Clasificación, Construcción de número, Matemáticas, Sordoceguera.

Metrics

Carregando Métricas ...

Biografia do Autor

Heniane Passos Aleixo, Escola Especial Professor Alfredo Dub

Pedagoga

Psicopedagoga

Especialista em Educação com ênfase em Educação de Surdos

Mestre em Educação Matemática

Intérprete de Libras

Guia- Intérprete

Instrutora Mediadora

Docente na Escola Professor Alfredor Alfredo Dub

Thais Philipsen Grützmann, Universidade Federal da Pelotas, Departamento de Física e Matemática

Licenciada em Matemática

Especialista em Matemática e linguagem

Especialista em Educação com Ênfase em Educação de Surdos

Mestre em Educação em Ciências e Matemática

Doutora em Educação

Referências

BOALER, J. Mentalidades matemáticas: estimulando o potencial dos estudantes por meio da matemática criativa, das mensagens inspiradoras e do ensino inovador. Porto Alegre: Penso, 2018.

BRASIL. Portal de ajudas técnicas para educação: equipamento e material pedagógico especial para educação, capacitação e recreação da pessoa com deficiência física, Recursos Pedagógicos Adaptados II. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Especial. Brasília: 2007. 72p.

BRASIL. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa: Apresentação. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica. Brasília: 2014. 72p.

CADER-NASCIMENTO, F. A. A. A.; COSTA, M. da P. R. da. Descobrindo a surdocegueira: educação e comunicação. São Carlos, SP: EdUFSCar, 2010.

CAMBRUZZI, R. de C. S.; COSTA, M. da P. R. da. Surdocegueira por Síndrome de Usher: recursos pedagógicos acessíveis. São Carlos, SP: EdUFSCar, 2016a.

CAMBRUZZI, R. de C. S.; COSTA, M. da P. R. da. Surdocegueira: níveis e formas de comunicação. São Carlos, SP: EdUFSCar, 2016b.

KAMII, C. A criança e o número: implicações educacionais da teoria de Piaget para a atuação com escolares de 4 a 6 anos. 39. ed. Campinas, SP: Papirus, 2012.

LOPES, A. J. Os saberes das crianças como ponto de partida para o trabalho pedagógico. In: BRASIL. Pacto Nacional pela Alfabetização na Idade Certa: Apresentação. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica. Brasília: 2014. 72p.

LORENZATO, S. Educação Infantil e percepção matemática. 3. ed. rev. Campinas, SP: Autores Associados, 2011.

MINAYO, M. C. de S. (Org.). Pesquisa Social: teoria, método e criatividade. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

NOGUEIRA, C. M. I. et al. Um panorama das pesquisas brasileiras em educação matemática inclusiva: a constituição e atuação do GT13 da SBEM. Educação Matemática em Revista, Brasília, v. 24, n. 64, p.4-15, set./dez. 2019.

NUNES, T. (Org.). Aprender Pensando: Contribuições da psicologia cognitiva para a educação. 20. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.

POWELL, A. B; FRANCISCO, J. M.; MAHER, C. A. Uma abordagem à análise de dados de vídeo para investigar o desenvolvimento das ideias matemáticas e do raciocínio de estudantes. Bolema, Rio Claro – SP, v. 17, n. 21, maio 2004.

RAMOS, L. F. Conversas sobre números, ações e operações: uma proposta criativa para o ensino da matemática nos primeiros anos. São Paulo: Ática, 2009.

YIN, R. K. Estudo de caso: planejamento e métodos. 4. ed. Porto Alegre: Bookman, 2010.

WATANABE, D. R. O estado da arte da produção científica na área da surdocegueira no Brasil de 1999 a 2015. 2017. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-13062017-112304/pt-br.php Acesso em: 12 mar. 2020.

Downloads

Publicado

2020-08-27

Como Citar

ALEIXO, H. P.; GRÜTZMANN, T. P. A classificação no processo de construção do número: um estudo com uma aluna com surdocegueira congênita&lt;br&gt;Classification in the process of construction of number: a study with a student with congenital deafblindness. Educação Matemática Pesquisa Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática, São Paulo, v. 22, n. 2, p. 542–572, 2020. DOI: 10.23925/1983-3156.2020v22i2p542-572. Disponível em: https://revistas.pucsp.br/index.php/emp/article/view/47827. Acesso em: 23 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos