Organização do Ensino do Conceito de Número no Primeiro Ano de Escolarização
Organization of Teaching the Concept of Number in the First Year of Schooling

Paula Tamyris Moya, Silvia Pereira Gonzaga Moraes

Resumo


Resumo

Este artigo tem como objetivo investigar o processo de apropriação do conceito de número pelos escolares que frequentam o primeiro ano do ensino fundamental. Para isso, desenvolvemos um experimento formativo, uma metodologia de caráter científico que permite investigar o processo de desenvolvimento dos sujeitos e as formas de organizar o ensino. Neste experimento, elaboramos uma unidade didática sobre o conceito de número. No processo de elaboração e desenvolvimento do experimento formativo foi possível investigarmos a interrelação entre a atividade de estudo e as demais atividades humanas, em especial, o jogo de papéis. Em síntese, ao desenvolver essa investigação, avaliamos que na aprendizagem do conceito de número os escolares realizaram, a princípio, ações pautadas na percepção sensorial da realidade, o que significa que as abstrações e generalizações elaboradas pelas crianças tinham como base a lógica do pensamento empírico. Contudo, com a intervenção orientada pela pesquisadora, verificamos que as crianças começaram a compreender que a essência do conceito de número não existe sem as relações entre as grandezas, sejam elas discretas ou contínuas, revelando assim o processo de formação do pensamento teórico. A partir dos dados analisados nessa pesquisa, concluímos que é possível superar práticas pedagógicas tradicionais que reduzem o conceito de número a memorização, cópia e recitação da sequência numérica, a partir da sistematização de ações de ensino que priorizam a aprendizagem desse conceito a partir das relações entre as grandezas.

Palavras-chave: Ensino de Matemática, Atividade de estudo, Tarefa de estudo, Jogo de papéis, Número.

Abstract

This article aims to investigate the process of appropriation of the concept of number by students of the first year of elementary school. For this, we developed a formative experiment, a scientific methodology that allows investigating the process of development of the subjects and the ways of organising teaching. In this experiment, we developed a didactic unit on the concept of number. In the process of elaborating and developing the formative experiment, it was possible to investigate the interrelationship between the study activity and other human activities, in particular, the role play. In summary, when developing this investigation, we evaluated that in learning the concept of number, students performed, at first, actions based on the sensory perception of reality, which means that the abstractions and generalisations the children elaborated were based on the logic of empirical thinking. However, with the intervention guided by the researcher, we found that the children began to understand that the essence of the concept of number does not exist without the relationships between the quantities, whether they are discrete or continuous, thus revealing the process of forming theoretical thinking. From the data analysed in this research, we conclude that it is possible to overcome traditional pedagogical practices that reduce the concept of number to memorisation, copying, and recitation of the numerical sequence, based on the systematisation of teaching actions that give priority to the learning of this concept based on relationships between the quantities.

Keywords: Mathematics teaching, Study activity, Study task, Role play, Number.

Resumen

Este artículo tiene como objetivo investigar el proceso de apropiación del concepto de número por parte de los estudiantes del primer año de primaria. Para ello, desarrollamos un experimento formativo, que constituye una metodología científica que permite investigar el proceso de desarrollo de las asignaturas y las formas de organizar la enseñanza. En este experimento, se elaboró una unidad didáctica sobre el concepto de número. En el proceso de elaboración y desarrollo del experimento formativo, fue posible investigar la interrelación entre la actividad de estudio y otras actividades humanas, especialmente el juego de roles. En resumen, al desarrollar esta investigación, evaluamos que, al aprender el concepto de número, los estudiantes realizaron, al principio, acciones basadas en la percepción sensorial de la realidad. Esto significa que la abstracción y generalización elaborada por los niños se basaron en la lógica del pensamiento empírico. Sin embargo, con la intervención guiada por el investigador, quedó en evidencia que los niños empezaron a comprender que la esencia del concepto de número no existe sin las relaciones entre las cantidades, ya sean discretas o continuas, lo que revela el proceso de formación del pensamiento teórico. A partir de los datos materializados, la investigación concluyó que es posible superar las prácticas pedagógicas básicas que originan el concepto de número, memorización, copia y recitación de la secuencia numérica, a partir de la sistematización de acciones docentes que priorizan el aprendizaje de este concepto desde las relaciones entre cantidades.

Palabras-clave: Enseñanza de las matemáticas, Actividad de estudio, Tarea de estudio, Juego de papeles, Número.

Palavras-chave


Ensino de Matemática, Atividade de estudo, Tarefa de estudo, Jogo de papéis.

Texto completo:

PDF

Referências


Davydov, V. V. (1982). Tipos de generalización enl enseñanza. Pueblo y Educación.

Davídov, V. V. (1988). La ensenanza escolar y el desarrollo psíquico: investigación psicológica teórica y experimental. Editorial Progresso.

Elkonin, D. B. (1998). Psicologia do jogo. Martins Fontes.

Elkonin, D. B. (1969). Desarrollo psíquico del niño desde el nacimiento hasta el ingreso en la escuela. In: Smirnov, A. A., Leontiev, A. N.; Rubinshtein, S. L & Tieplov, B. M. (Org.). Psicología (pp. 504-523). Grijalbo.

Elkonin, D. B. (1987). Sobre el problema de la periodización del desarrollo psíquico en la infancia. In: Davidov, V; Shuare, M. (Org.). La psicología evolutiva y pedagógica en la URSS (antologia) (pp. 125-142). Progresso.

Kamii, C. (1990). A criança e o número: Implicações educacionais da teoria de Piaget para a atuação com escolares de 4 a 6 anos. 11. ed. Papirus.

Leontiev, A. N. (2004). O desenvolvimento do psiquismo. Centauro.

Martins, L. M. (2013) O desenvolvimento do psiquismo e a educação escolar. Autores Associados.

Rosa, J. E. (2012). Proposições de Davydov para o ensino de matemática no primeiro ano escolar: inter-relações dos sistemas de significações numéricas. [Tese Doutorado em EducaçãoMatemática]. http://www.ppge.ufpr.br/teses%20d2012/d2012_Joselia%20Euzebio%20da%20Rosa.pdf.

Rosa, J. E.; Damazio, A. (2012). A primeira tarefa de estudo davydoviana na especificidade da matemática. XVI ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Prática de Ensino (pp. 0020-67). Junqueira & Marins Editores.

http://docplayer.com.br/15550287-A-primeira-tarefa-de-estudo-davydoviana-na especificidade-da-matematica-palavras-chave-tarefa-de-estudo-acoes-de-estudo-conceito-de-numero.html

Rosa, J. E.; Moraes, S. P. G.& Cedro, W. L. (2010). As particularidades do pensamento empírico e do pensamento teórico na organização do ensino. In: MOURA, M. O. (Org.). A atividade pedagógica na teoria histórico-cultural (pp. 67-76). Liber livro.

Smole, K. S. (2003). A Matemática na Educação Infantil: a teoria das inteligências múltiplas na prática escolar. Artmed.

Sforni, M. S. de F. (2016). Ensino, aprendizagem e desenvolvimento: contribuições da Teoria da Atividade. In: Oliveira, M. C. Santos L. de (Org.). Psicologia dos processos de Desenvolvimento Humano: Cultura e Educação (pp.60-74). Editora Alínea.

Toledo, M. B. de A., Toledo, M. de A. (2009). Teoria e prática de Matemática: como dois e dois. FTD.

Vygotski, L. S. (2001) Obras escogidas II. 2. ed. Centro de Publicaciones Del M.E.C. y Visor Distribuiciones.

Vigotski, L. S. (2008) A formação social da mente. Martins Fontes.

Vigotskii, L. S. (2006). Aprendizagem e Desenvolvimento Intelectual na Idade Escolar. In: Vigotskii, L. S.; Luria, A. R. & Leontiev, A. N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem (pp. 103-117). Ícone.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2021v23i1p530-560

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2021 Educação Matemática Pesquisa : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Indexadores da Revista

     
             Anti-Plágio