Dissertações brasileiras relacionadas ao ensino de função afim sob a perspectiva das teorias da Didática da Matemática
Brazilian dissertations regarding the teaching of linear functions from the perspective of the Didactics of Mathematics theories

Suzana Domingues da Silva, Clélia Maria Ignatius Nogueira

Resumo


Resumo

A presente pesquisa teve o objetivo de realizar um levantamento bibliográfico para a identificação das dissertações de mestrado que se utilizaram de alguma teoria da didática da matemática como subsídios teóricos e/ou metodológicos para o ensino e a aprendizagem de função afim. Com o propósito de alcançar o objetivo, foi realizado um levantamento de trabalhos já produzidos no Catálogo de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES. Por meio das análises foi possível identificar a quantidade de trabalhos que abordavam as teorias da didática da matemática e como foi abordado o ensino e aprendizagem da função afim. As análises indicam também que a teoria dos registros de representação semiótica foi a mais utilizada nas dissertações.

Palavras-chave: Educação matemática, Didática da matemática, Função afim.

Abstract

This research aimed to carry out a bibliographic survey to identify master’s degree theses that used some theory of the didactics of mathematics as a theoretical and/or methodological support for teaching and learning the linear function. To achieve the objective, a survey of papers already produced in the Catálogo de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior/Catalogue of Dissertations and Theses of the Coordination for the Improvement of Higher Level Personnel (CAPES) was carried out. Through the analyses, it was possible to identify the number of works that approached the didactics of mathematics theories and how the teaching and learning of the linear function were approached. The analyses also indicated that the theory of registers of semiotic representation was the most used in the theses.

Keywords: Mathematics education, Mathematics didactics, Linear function.

Resumen

La presente investigación tuvo el objetivo de realizar un levantamiento bibliográfico para la identificación de las disertaciones de maestría que se utilizaron de alguna teoría de la didáctica de las matemáticas como base teórica y/o metodológica para la enseñanza de función afín. Con el propósito de alcanzar el objetivo, se realizó un levantamiento de trabajos ya producidos en el Catálogo de Teses e Dissertações da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES. Por medio de los análisis fue posible identificar la cantidad de trabajos que abordaban las teorías de la didáctica de las matemáticas y como se abordó la enseñanza y el aprendizaje de la función afín. Los análisis indican, también, que la teoría de los registros de representación semiótica fue la más utilizada en las disertaciones.

Palabras clave: Educación matemática, Didáctica de las matemáticas, Función afín.

Palavras-chave


Educação Matemática, Didática da Matemática, Função Afim

Texto completo:

PDF

Referências


Almouloud, S. (2007). Fundamentos da Didática da Matemática. Editora da Universidade Federal de Paraná.

Almouloud, S. A., & Coutinho, C. Q. S. (2019). Engenharia Didática: características e seus usos em trabalhos apresentados no GT-19 / ANPEd. Revemat, 3(1), 62-77.

https://periodicos.ufsc.br/index.php/revemat/article/view/19811322.2008v3n1p62/12137.

Araujo, W. A. de. (2014). O Geogebra: Uma Experimentação Na Abordagem Da Função Afim. [Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Federal De Sergipe].

Bica, L. M. P. M. (2009). Funções em livros didáticos: relações entre aspectos visuais e textuais. [Mestrado em Educação Matemática, Pontifícia Universidade Católica De São Paulo].

Batista, R. C. (2015). Um estudo de representação de funções numa perspectiva de articulação entre Matemática e Física. [Mestrado em Educação Matemática, Universidade Federal De Mato Grosso Do Sul].

Bittar, M. A (2019). Teoria Antropológica do Didático como ferramenta metodológica para análise de livros didáticos. Zetetiké, 25(3), 364-387, https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/zetetike/article/view/8648640/17410

Brousseau, G. (2000). Fndamentos e métodos da didática da matemática. In: J, BRUM. (Org.). Didactica das Matemáticas (35-113). Instituto Piajet.

Cardoso, M. B. (2015). Múltiplas Representações Semióticas No Ensino De Função Afim: Enfoque Na Formação Inicial De Professores De Matemática. [Mestrado em Educação, Universidade Estadual Do Ceará].

Dorier, J. L. (2014). Aperçu de L’histoire de la Didactique des Mathématiques Francophone. Perspectivas da Educação Matemática, (7), número temático, 367-369, https://periodicos.ufms.br/index.php/pedmat/article/view/892/572.

Dornelas, J. J. B. (2007). Análise de uma sequência didática para a aprendizagem do conceito de função afim. [Mestrado em ensino das ciências, Universidade Federal Rural De Pernambuco]

Duval, R. (2003). Registros de representações semióticas e funcionamento cognitivo da compreensão em Matemática. In: S, D. A. Machado (org.): Aprendizagem em Matemática (11-33). Papirus.

Duval, R. (2012). Registros de Representação Semiótica e Funcionamento Cognitivo do pensamento. Revista Eletrônica de Educação Matemática, 7(2), 266-297. https://periodicos.ufsc.br/index.php/revemat.

Fonseca, V. G. da. (2011). O uso de tecnologias no Ensino Médio: A integração de Mathlets no ensino da função afim. [Mestrado em Ensino de Matemática, Universidade Federal do Rio de Janeiro].

Gomes, G. S. S. (2017). A Função Afim Através Da Resolução De Problemas: Um Estudo De Caso Analisando Os Registros De Representação Semiótica. [Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática, Universidade Estadual da Paraiba].

Pais, L. C. (2015). Didática da Matemática: uma análise da influência francesa. Autêntica Editora.

Manzan, A. P. A. L. (2014). A Apropriação Dos Conceitos De Função Afim E Quadrática Por Estudantes De Cursos De Engenharia. [Mestrado em Educação, Universidade de Uberaba]

Meneses, L. R. M. (2014). Representações mobilizadas nas turmas de 1º ano do Colégio de Aplicação da Universidade Federal de Sergipe no ensino de função afim e quadrática. [Mestrado em Ensino de Ciências e Matemática, Universidade Federal de Sergipe].

Mossi, S. V. (2016). Análise Discursiva Das Representações Semióticas Mobilizadas Por Licenciandos Em Matemática No Ensino E Na Aprendizagem De Funções. [Mestrado em Educação Matemática e Ensino de Física, Universidade Federal de Santa Maria].

Moreira, M. A. (2017). O Iceberg da conceitualização: A Teoria dos Campos Conceituais de Vergnaud, O Ensino de Ciências e a Pesquisa nesta Área. In: E, P. GROSSI. (Org.) O que é aprender? Iceberg da conceitualização. Teoria dos Campos Conceituais. (61-114). GEEMPA.

Nascimento, M. J. A do. (2009). Os contextos explorados no ensino da função afim nos livros de matemática do ensino médio. [Mestrado em Educação, Universidade Federal de Pernambuco].

Nogueira, C. M. I. (2014). Construindo o Conceito de Funções. In: A, S. Ramos & F, C. Rejani. Teoria e Prática de Funções (121). Unicesumar.

Pinheiro, T. C. S. (2015). Análise de Registros de Representação Semiótica em uma Atividade Matemática com Ribeirinhos Muanenses. [Dissertação de Mestrado em Educação, Universidade do Estado do Pará].

Santana, A. J. de. (2016). Análise das Praxeologias Matemáticas em Livros Didáticos dos Ensinos Fundamental e Médio: O Caso da Função Afim. [Mestrado em Ensino das Ciências, Universidade Federal Rural De Pernambuco].

Santos, C. do. S. F. dos. (2013). Ensino das Funções, Afim e Quadrática, por Atividades. [Mestrado em Educação, Universidade do Estado do Pará].

Soares, N. N., & CARVALHO, M. I. S. S. (2011). Didática da Matemática francesa: implicações na formação em exercício de professores dos anos iniciais do Ensino Fundamental. In: XIII Conferência interamericana de Educação Matemática – CIAEM.

http://www.lematec.net.br/CDS/XIIICIAEM/artigos/1058.pdf.

Vergnaud, G. Teoria dos Campos Conceituais. (1993). In: Anais do 1º Seminário Internacional de Educação Matemática do Rio de Janeiro (1-26). Projeto Fundão.

Vergnaud, G. (1996). A trama dos campos conceituais na construção dos conhecimentos (9-19). Revista do GEMPA, n.4. pp. 9-19.

Vergnaud, G. (2003). A gênese dos campos conceituais. In: E, P. GROSSI. (Org). Por que ainda há quem não aprende? Vozes.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2021v23i1p448-472

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2021 Educação Matemática Pesquisa : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Indexadores da Revista

     
             Anti-Plágio