A cultura afro-brasileira em trabalhos de Etnomatemática: Uma revisão sistemática de pesquisas acadêmicas nacionais
The afro-brazilian culture in works of Ethnomatematic: A systematic review of national academic researches

Nickson Deyvis da Silva Correia, Viviane de Oliveira Santos

Resumo


Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar uma revisão sistemática de literatura sobre as produções realizadas no Brasil que tratam a etnomatemática em contexto cultural afro-brasileiro, expondo não apenas uma organização de dados, mas também uma breve noção sobre o que vem sendo produzido por pesquisas acadêmicas. Para isso, este estudo seguiu o protocolo de uma revisão sistemática de literatura estabelecido pelo Instituto Cochrane e, para localização e seleção das pesquisas, foi utilizada a Biblioteca Digital de Teses e Dissertações como base de pesquisa. Por meio das buscas realizadas e com critérios definidos, foram selecionadas onze pesquisas, entre teses e dissertações. Com essa revisão sistemática, pode-se concluir que: há pesquisas acadêmicas que tratam a etnomatemática relacionada à cultura afro-brasileira defendidas no Brasil de 2005 a 2019; essas pesquisas abordam a vida em uma comunidade quilombola, artesanato, jogos africanos, agremiação de samba e estatística étnico-racial; tais pesquisas acadêmicas são favoráveis tanto para linha de pesquisa etnomatemática como para o cumprimento da Lei nº 11.645/08; é necessário ter novas pesquisas que busquem associar a etnomatemática aos demais contextos culturais afro-brasileiros de modo a pluralizar as pesquisas sobre etnomatemática e cultura afro-brasileira. 

Palavras-chave: Matemática, Etnomatemática, cultura afro-brasileira, teses, dissertações.

Abstract

This article aims to present a systematic review of the literature on the productions made in Brazil that deal with ethnomathematics in an Afro-Brazilian cultural context, exposing not only an organisation of data but also a brief notion about what has been produced by academic research. For this, this study followed the protocol of a systematic literature review established by the Cochrane Institute and, for the location and selection of the studies, the Biblioteca Digital de Teses e Dissertações/Digital Library of Theses and Dissertations was used as a research base. Through the searches carried out and with defined criteria, eleven studies were selected, among theses and dissertations. With this systematic review, we concluded that: there are academic works that deal with ethnomathematics related to Afro-Brazilian culture defended in Brazil from 2005 to 2019; these studies address life in a quilombola community, handicrafts, African games, samba association and ethnic-racial statistics; such academic research is favourable both for the ethnomathematical research line and for the fulfilment of Law nº 11.645/08, and it is necessary to have new research that seeks to associate ethnomathematics with other Afro-Brazilian cultural contexts in order to pluralise research on ethnomathematics and Afro-Brazilian culture.

Keywords: Mathematics, Ethnomathematics, afro-brazilian culture, theses, dissertations.

Resumen

Este artículo tiene como objetivo presentar una revisión sistemática de la literatura sobre las producciones realizadas en Brasil que abordan la etnomatemática en un contexto cultural afrobrasileño, exponiendo no solo una organización de datos, sino también una breve noción sobre lo producido por investigaciones académicas. Para ello, este estudio siguió el protocolo de revisión sistemática de la literatura establecido por el Instituto Cochrane y, para la ubicación y selección de la investigación, se utilizó como base de investigación la Biblioteca Digital de Teses e Dissertações. A través de las búsquedas realizadas y con criterios definidos, se seleccionaron once investigaciones, entre tesis y disertaciones. Con esta revisión sistemática, se puede concluir que: existen investigaciones académicas que abordan las etnomatemáticas relacionadas con la cultura afrobrasileña defendidas en Brasil de 2005 a 2019; estas investigaciones abordan la vida en una comunidad quilombola, artesanías, juegos africanos, asociaciones de samba y estadísticas étnico-raciales; dichas investigaciones académicas son favorables, tanto para la línea de investigación de etnomatemáticas como para el cumplimiento de la Lei nº 11.645/08; es necesario contar con una nueva investigación que busque asociar la etnomatemática a otros contextos culturales afrobrasileños para así pluralizar la investigación sobre etnomatemática y la cultura afrobrasileña.

Palabras clave: Matemáticas, Etnomatemáticas, Cultura afrobrasileña, Tesis, Disertaciones.


Palavras-chave


Matemática, Etnomatemática, cultura afro-brasileira, teses, dissertações.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, A. Q. G. de. (2017). O uso do jogo Oware para promover o ensino de matemática em uma escola Quilombola [Dissertação de mestrado em Educação Matemática e Tecnologia, Universidade Federal de Pernambuco]. https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/29955.

BRASIL. Banco Digital de Teses e Dissertações. http://www.bdtd.ibict.br.

BRASIL. (2008). Lei nº 11.645, de 10 março de 2008. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. Diário Oficial da União. Brasília. Recuperado de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11645.htm em 22 jan. 2021.

BRASIL. (2003). Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira", e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília. Recuperado de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.639.htm em 22 jan. 2021.

Almeida, A. Q. G. de. (2017). O uso do jogo Oware para promover o ensino de matemática em uma escola Quilombola [Dissertação de mestrado em Educação Matemática e Tecnologia, Universidade Federal de Pernambuco]. https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/29955.

Brasil. Banco Digital de Teses e Dissertações. http://www.bdtd.ibict.br.

Brasil. (2008). Lei nº 11.645, de 10 março de 2008. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, modificada pela Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”. Diário Oficial da União. Brasília. Recuperado de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2008/Lei/L11645.htm em 22 jan. 2021.

Brasil. (2003). Lei nº 10.639, de 9 de janeiro de 2003. Altera a Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional, para incluir no currículo oficial da Rede de Ensino a obrigatoriedade da temática "História e Cultura Afro-Brasileira", e dá outras providências. Diário Oficial da União. Brasília. Recuperado de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/2003/l10.639.htm em 22 jan. 2021.

Brasil. (1996). Lei nº 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União. Brasília. Recuperado de http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm em 22 jan. 2021.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES. (2020). História e Missão. Brasília. Recuperado de https://www.gov.br/capes/pt-br/acesso-a-informacao/institucional/historia-e-missao em 12 mar. 2021.

D’ambrosio, U. (2013). Etnomatemática - Elo entre as tradições e a modernidade. Autêntica Editora.

França, E. T. de. (2013). Escola e cotidiano: Um estudo das percepções matemáticas da comunidade quilombola Mussuca em Sergipe [Dissertação de mestrado em Ensino de Ciências Naturais e Matemática, Universidade Federal de Sergipe]. https://ri.ufs.br/jspui/handle/riufs/5152.

França, M. A. de (2015). Kalah: Um jogo africano de raciocínio matemático [Dissertação de mestrado Profissional em Matemática – Profmat, Universidade Federal de Juiz de Fora]. https://repositorio.ufjf.br/jspui/handle/ufjf/1425.

Galvão, T. F. & Pansani, T. De S. A. (2015). Principais itens para relatar Revisões sistemáticas e Meta-análises: A recomendação PRISMA. Epidemiologia e Serviços de Saúde. v. 24, n. 2, p. 335-342. http://dx.doi.org/10.5123/S1679-49742015000200017.

Gerdes, P. (2012). Etnomatemática - cultura, matemática, educação. Coletânea de Textos 1979-1991. Ed. Lulu. Maputo.

Gomes, I. S. & CAMINHA, I. de O. (2014). Guia para estudos de revisão sistemática: Uma opção metodológica para as Ciências do Movimento Humano. Movimento. v. 20, n. 01, p. 395-411.

Leão, J. P. P. (2005). Etnomatemática quilombola: As relações dos saberes da matemática dialógica com as práticas socioculturais dos remanescentes de quilombo do Mola-Itapocu/PA [Dissertação de mestrado em Educação em Ciências e Matemáticas, Universidade Federal do Pará]. http://10.7.2.42:8080/jspui/handle/2011/1751.

Lima, E. D. B. (2015). Ensino e aprendizagem de matemática na escola da comunidade quilombola do Curiaú [Dissertação de mestrado em Educação Agrícola, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro]. https://tede.ufrrj.br/jspui/handle/jspui/2134.

Mafra, J. R. e S. (2006). Espaços transversais em Educação Matemática: Uma contribuição para a formação de professores na perspectiva Etnomatemática [Tese de doutorado em Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Norte]. https://repositorio.ufrn.br/handle/123456789/14258.

Nobre, L. N., & Freitas, R. R. (2017). A evolução da pós-graduação no Brasil: histórico, políticas e avaliação. Brazilian Journal of Production Engineering – BJPE. v. 3, n. 2, p. 26–39. https://doi.org/10.0001/v3n2_3.

Okoli, C. (2015) Por: Duarte; D. W. A. & Mattar, J. (2019). Guia Para Realizar uma Revisão Sistemática de Literatura. EaD Em Foco. v. 9, n. 1. https://doi.org/10.18264/eadf.v9i1.748.

Oliveira, F. P. de. (2019). Tensões nas aulas de matemática e contribuições para um currículo para a educação das relações étnico-raciais [Tese de doutorado em Educação, Universidade Federal de Minas Gerais]. http://hdl.handle.net/1843/32640.

Pereira, R. P. (2011). O jogo africano Mancala e Ensino de Matemática em face da Lei nº 10.639/03 [Dissertação de mestrado em Educação Brasileira, Universidade Federal do Ceará]. http://www.repositorio.ufc.br/handle/riufc/3223.

Prates, A. M. da R. (2012). Inclusão e implementação da educação das relações étnico- raciais no ensino médio – EJA. Cadernos do Aplicação. v. 25, n. 1, p. 107-130. https://doi.org/10.22456/2595-4377.27226.

Silva, V. L. da. (2014). Africanidade, matemática e resistência [Tese de doutorado em Educação, Universidade de São Paulo]. https://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-09122014-114244/pt-br.php

Silva, V. L. da. (2008). A cultura negra na escola pública: Uma perspectiva Etnomatemática [Dissertação de mestrado em Educação, Universidade de São Paulo]. Http://Www.Teses.Usp.Br/Teses/Disponiveis/48/48134/Tde-12032009-112833.

Souza, A. C. F. de. (2016). Jogos Africanos e o currículo da matemática: Uma questão de Ensino [Dissertação de mestrado Profissional em Matemática – Profmat, Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”]. http://hdl.handle.net/11449/144730.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2021v23i1p655-682

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


Direitos autorais 2021 Educação Matemática Pesquisa : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

Indexadores da Revista

     
             Anti-Plágio