AS TRAMAS DA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE EDUCAÇÃO INFANTIL NO PROGRAMA DE RESIDÊNCIA PEDAGÓGICA (PEDAGOGIA)

Claudia Panizzolo, Marineide de Oliveira Gomes

Resumo


Este artigo tem por objetivo o estudo do estágio curricular obrigatório denominado Programa de Residência Pedagógica. Esta experiência inovadora de estágio tem como premissas o diálogo próximo e constante com o sistema de ensino público, o princípio da imersão profissional em instituições de educação infantil -  no caso da educação infantil em creches ou pré-escolas -  por meio da vivência sistemática dos estudantes junto a professores, coordenadores e diretores de unidades de educação infantil, por um período de tempo ininterrupto, experienciando a unidade entre a teoria e a prática. Por meio de análise documental toma como fonte a documentação do Programa de Residência Pedagógica da Unifesp e os relatórios produzidos pelos discentes. Ao articular o processo de formação inicial dos profissionais que atuarão na educação infantil com as práticas educativas e pedagógicas dos educadores das escolas públicas e a preceptoria dos professores da universidade, o PRP favorece o diálogo entre as referências teóricas e as práticas vivenciadas nas escolas públicas, e assim, vai sendo tecida a urdidura da unidade teoria e prática por meio da formação no curso de Pedagogia na universidade e a formação contextualizada no cotidiano das instituições de educação infantil. O texto apresenta as potencialidades do Programa em dar visibilidade às crianças, respeitando-as como sujeitos de direitos e em uma formação curricular reflexivo-emancipatória do futuro professor de crianças pequenas.


Palavras-chave


Estágio curricular; Programa de Residência Pedagógica; Formação de professores; Educação Infantil.

Texto completo:

PDF

Referências


BELO, Milena. Domingos. Caderno de Campo da Residência Pedagógica em Educação Infantil. São Paulo: UNIFESP, 2012.

BRASIL. Ministério da Educação e Cultura. Secretaria de Educação Básica. Ensino fundamental de nove anos: orientações para a inclusão da criança de seis anos de idade no ensino fundamental. Brasília: MEC, 2006a.

BRASIL. Resolução CNE/CP n. 1/2006. Institui Diretrizes Curriculares para o curso de graduação em Pedagogia, Licenciatura. Diário Oficial da União, Brasília: MEC, 2006b. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/cne/arquivos/pdf/rcp01_06.pdf. Acesso em: 18 jun. 2012.

BRASIL. Lei Federal nº 11.788, de 25 de setembro de 2008. Dispõe sobre os estágios de estudantes. Diário Oficial da União, Brasília. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2007-2010/2008/lei/l11788.htm. Acesso em 18 jun. 2012.

BRASIL. Ministério da Educação. Programa de Consolidação das Licenciaturas - Prodocência. Brasília: MEC, 2008. Disponível em: http//www.portal.mec.gov.br/prodocencia. Acesso em: 10 maio 2020.

BRASIL. Ministério da Educação. Secretaria de Educação Básica. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil. Brasília: MEC, SEB, 2010.

BRASIL. Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior Capes. Programa de Residência Pedagógica – Edital Retificado nº 06/2018. Brasília: MEC, 2018. Disponível em: http://www.capes.gov.br/images/stories/download/editais/27032018-Edital-6-Residencia- Pedagogica-Alteracao-II.pdf . Acesso em 10 nov. 2018.

DEMO, Pedro. Educar pela pesquisa. 6. ed. Campinas: Autores Associados, 2003.

FREIRE, Madalena. Observação, registro, avaliação: instrumentos metodológicos I. São Paulo: Espaço Pedagógico, 1995.

GANDINI, Lella. Duas reflexões sobre a documentação. In: GANDINI, Lella.; EDWARDS, Carolyn (Orgs.). Bambini: a abordagem italiana à educação infantil. Porto Alegre: ArtMed, 2002. p. 150-169.

GIGLIO, Celia et al. Residência Pedagógica: diálogo permanente entre a formação inicial e a formação contínua de professores e pedagogos. In: GOMES, Marineide de Oliveira (Org.) Estágios na formação de professores: possibilidades formativas entre ensino, pesquisa e extensão. São Paulo: Loyola, 2011. p. 15-46.

GOMES, Marineide de Oliveira. Formação de professores na educação infantil. 2. ed. São Paulo: Cortez, 2013.

GOMES, Marineide de Oliveira. A aprendizagem profissional de professores de educação infantil: possibilidades formativas. Olhares & Trilhas. Dossiê Infância. Edufu, v.11, nº 11, 2010, p. 41-50. Disponível em: http://www.seer.ufu.br/index.php/olharesetrilhas/article/view/13896. Acesso em: 10 out.

GOMES, Marineide de Oliveira. Residência Educacional. In: SILVA-JUNIOR, Celestino Alves et al. Por uma revolução no campo da formação de professores. São Paulo: Ed. Unesp, 2015. p. 203-218.

HASHIMOTO, Beatriz Loge. Caderno de campo de Residência Pedagógica em educação infantil. São Paulo: UNIFESP, 2012.

HOUSSAYE, Juan. Pedagogia: justiça para uma causa perdida. In: HOUSSAYE, Juan. et al. Manifesto a favor dos pedagogos. Tradução de Vanise Dresch. Porto Alegre: Artmed, 2004, p. 9-45.

JULIA, Dominique. A cultura escolar como objeto histórico. Revista Brasileira de História da Educação, v.1, nº 1, jan./jun. 2001. p. 9-44. Disponível em: http://periodicos.uem.br/ojs/index.php/rbhe/article/view/38749. Acesso em: 10 0ut. 2018.

KRAMER, Sônia. A infância e sua singularidade. In: BEAUCHAMP, Janette et al. (Orgs). Ensino fundamental de nove anos: orientações para a inclusão da criança de seis anos de idade. Brasília: MEC, 2007. p. 13-24.

LIBÂNEO, José Carlos. Educação, Pedagogia e Didática. In: PIMENTA, Selma Garrido (Org.). Didática e formação de professores: percursos e perspectivas no Brasil e em Portugal. São Paulo: Cortez, 2006. p. 12-28.

MASSCHELEIN, Jan; SIMONS, Maarten. Em defesa da escola: uma questão pública. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

OSTETTO, Luciana Esmeralda (Org.). Registros na educação infantil: pesquisa e prática pedagógica. Campinas: Papirus, 2017.

OSTETTO, Luciana Esmeralda. O estágio curricular no processo de tornar-se professor. In: OSTETTO, Luciana Esmeralda. (Org). Educação Infantil: saberes e fazeres da formação de professores. Campinas: Papirus, 2008. p. 127-138.

PANIZZOLO, Claudia. O lugar do brincar e o brincar do lugar. In: PANIZZOLO, Claudia. (Org). O direito à infância e ao brincar. Recife: Pipa Comunicação, 2013. p. 57-72.

PASSEGGI, Maria Conceição et al. Narrativas de crianças sobre as escolas da infância: cenários e desafios da pesquisa (auto)biográfica. Educação, Santa Maria, v. 39, nº 1, jan./abr. 2014, p.85-104. Disponível em: https://periodicos.ufsm.br/reveducacao/article/view/11345 . Acesso em 10 out. 2018.

PÉREZ GÓMEZ, Angel. A cultura escolar na sociedade neoliberal. Porto Alegre: Artmed, 2001.

PIMENTA, Selma Garrido.; LIMA, Maria do Socorro Lucena. Estágio e Docência. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2017.

RAMIRO, Eduardo Augusto Ribeiro. Relatório final das atividades de monitoria em Residência Pedagógica em educação infantil. São Paulo: UNIFESP, 2012.

SANTOS, Carolina Pereira dos; BELO, Milena Domingos; SOUZA, Rosely da Silva. Relatório Final da Residência Pedagógica em educação infantil. São Paulo: UNIFESP, 2012.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO. Manual da Residência Pedagógica. São Paulo: UNIFESP, 2012a.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO. Roteiro de observação da Residência Pedagógica em educação infantil. São Paulo: UNIFESP, 2012b.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO. Projeto Pedagógico do Curso de Pedagogia, 2010. Disponível em: http://humanas.unifesp.br/novo/images/documentos/projeto_pedagogico_pedagogia.pdf Acesso em: 18 jun.2012.

WARSCHAUER, Cecilia. Rodas em rede: oportunidades formativas na escola e fora dela. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2001.

WARSCHAUER, Cecilia. A roda e o registro. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1993. ZEICHNER, Kenneth. Formação de professores: contato direto com a realidade da escola.

Presença Pedagógica, v.6, nº 34, jul./ago. 2000, p. 5-15.

ZEICHNER, Kenneth; DINIZ-PEREIRA, Julio. Pesquisar e transformar a própria prática educativa: mudando as perguntas da formação de professores: uma entrevista com Kenneth Zeichner. E-Curriculum. v. 12, nº 3, out./dez. 2014, p. 2211-2224.

Disponível em: http://revistas.pucsp.br/index.php/curriculum/article/view/21405 Acesso em: 10 out.2018.




DOI: https://doi.org/10.23925/1809-3876.2020v18i2p889-910

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Revista e-Curriculum                                   e-ISSN 1809-3876

Indexadores:

Nacionais

              

 

Internacionais