Abordagens Teóricas e Metodológicas em Educação Matemática: Um Olhar para a Produção Científica do GT19 da ANPEd
Theoretical and Methodological Approaches in Mathematics Education: A Look at the Scientific Production of the ANPEd’s GT19

Reinaldo Feio Lima, André Luis dos Santos Menezes, Neomar Lacerda da Silva

Resumo


Resumo

Este artigo analisa as perspectivas teórico-metodológicas da produção científica dos trabalhos publicados no Grupo de Trabalho (GT) 19 (Educação Matemática), da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação - ANPEd (2015 a 2019). Utilizamos a abordagem qualitativa do tipo exploratório-descritiva. Os resultados são organizados em duas categorias a priori, relacionadas aos aspectos teóricos e metodológicos adotados nesses estudos: descrição geral e análise específica. A descrição geral mostra que as pesquisas se concentram na formação inicial com foco em estudantes, formação continuada e docentes discutindo a possibilidade da construção de saberes. A análise específica indica uma tendência por teorias que enfatizam o social e a abordagem qualitativa de pesquisa. Ainda, mais da metade das produções analisadas não apresentam o método nem informam sobre os procedimentos utilizados para análise de dados, o que indica a necessidade de um maior rigor metodológico para as produções nessa área.

Palavras-chave: Formação de professores, Ensino de matemática, Mapeamento.

 

Abstract

This article analyzes the theoretical and methodological perspectives of scientific production works published in Working Group (GT) 19 (Mathematical Education), of the Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação - ANPEd (2015 to 2019). We use the exploratory-descriptive qualitative approach. The results are organized into two categories a priori, related to the theoretical and methodological aspects adopted in these studies: general description and specific analysis. The general description shows that the research focuses on students’ initial training, continuing education and teachers, discussing the possibility of building knowledge. The specific analysis indicates a tendency for theories that emphasize the social and qualitative approach of research. Still, more than half of analyzed productions do not present the method or inform about the procedures used for data analysis, which indicates the need for greater methodological accuracy for the productions in this area.

Keywords: Teacher’ training, Mathematics teaching, Mapping.

 

Resumen

Este artículo analiza las perspectivas teóricas y metodológicas de la producción científica de los trabajos publicados en el Grupo de Trabajo (GT) 19 (Educación Matemática), de la Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Educação - ANPEd (2015 a 2019). Utilizamos el enfoque cualitativo exploratorio descriptivo. Los resultados se organizan en dos categorías a priori, relacionados con los aspectos teóricos y metodológicos adoptados en estos estudios: descripción general y análisis específico. La descripción general muestra que la investigación se centra en la capacitación inicial con enfoque en los estudiantes, la educación continua y los maestros, discutiendo la posibilidad de construir conocimiento. El análisis específico indica una tendencia de teorías que enfatizan el enfoque social y cualitativo de la investigación. Aun así, más de la mitad de las producciones analizadas no presentan el método ni informan sobre los procedimientos utilizados para el análisis de datos, lo que indica la necesidad de un mayor rigor metodológico para las producciones en esta área.

Palabras clave: Formación del profesorado, Enseñanza de la matemática, Mapeo.


Texto completo:

PDF

Referências


Angelucci, C.B., et al. (2004). O estado da arte da pesquisa sobre o fracasso escolar (1991-2002): Um estudo introdutório. Educação e Pesquisa, 30(1), 51-72. https://www.scielo.br/pdf/ep/v30n1/a04v30n1.pdf

Bardin, I. (1994). Análise de conteúdo. Edições Setenta.

Barba, C.H. (2008). Orientações básicas na elaboração do artigo científico. http://www.unir.br/html/pesquisa/Pibic/Elaboracao%20de%20Artigo%20Cientifico2006.doc

Barbosa, J.C. (2007). Sobre a pesquisa em modelagem matemática no Brasil. Anais da 5ª Conferência Nacional sobre Modelagem na Educação Matemática (pp. 82-103). http://www.sbem.com.br/gt10/rel20062007.pdf

Barbosa, J.C., & Caldeira, A.D. (2019). GT 10 – Modelagem matemática: Relatório das sessões do GT10 no III SIPEM. Anais do 4º Seminário Internacional de Pesquisa em Educação Matemática (pp. 1-8). http://www.sbem.com.br/gt10/rel20062007.pdf

Barbosa, J. C. (2018). Abordagens teóricas e metodológicas na educação matemática: aproximações e distanciamentos. In A.M.P., Oliveira, & M.I.R., Ortigão (org.). Abordagens teóricas e metodológicas nas pesquisas em educação matemática [livro eletrônico]. SBEM.

Bogdan, R., & Biklen, S. (2010). Investigação qualitativa em educação: fundamentos, métodos e técnicas. In R, Bogdan, & S. Biklen (Ed.). Investigação qualitativa em educação. Porto Editora.

Bolívar, A., Domingo, J., & Fernández, M. (2013). La investigación biográfico-narrativa en educación: Enfoque y metodología. Editora La Muralla.

Borelli, S.S., & Pires, C.M.C. (2017). Mapeamento das pesquisas sobre números inteiros no Brasil no período de 2010 a 2016. Educação Matemática Debate, 1(1), 28-53. Disponível em http://dx.doi.org/10.24116/emd25266136v1n12017a02

Burak, D., Vosgerau, D.S.R., & Klüber, T.E. (2015). Metanálise dos artigos de modelagem matemática publicados no GT-10 do III Seminário Internacional de Pesquisa em Educação Matemática. Revista Caderno de Educação, 5, 1-22.

Dentz, V.V., & Truccolo, F. (2010). Mapeamento de pesquisas (teses e dissertações) sobre o ensino de ciências da natureza (Física, Química e Biologia) nos níveis fundamental e médio. Revista Eletrônica Técnico-Científica, 2(1), 90-99. http://periodicos.ifsc.edu.br/index.php/rtc/article/view/973/653

Denzin, N.K., & Lincoln, Y.S. (2006). O planejamento da pesquisa qualitativa: Teorias e abordagens. 2ª ed. Trad. Sandra Regina Netz. Artmed.

Domingo Segovia, J. (2014). Teoria fundamentada del professorado desde um enfoque biográfico-narrativo. In M.H.M.B, Abrahao, & A.B., Botía (Org.). La investigación (auto)biográfica en educación: miradas cruzadas entre Brasil y España (pp. 110-141). Editorial Universidad de Granada.

Fan, L. (2013). Textbook research as scientific research: towards a common ground on issues and methods of research on mathematics textbooks. ZDM-The International Journal on Mathematics Education, Springer, 45(5), 765-777. DOI: 10.1007/s11858-013-0530-6.

Fiorentini, D. (2012). À guisa de prefácio: A dor e a delícia de narrar e escutar histórias de professores. In M.L.M., Gomes et al. (org.). Viver e contar: Experiências e práticas de professores de matemática (pp.11-20). Livraria da Física.

Fiorentini, D. et al. (2002). Formação de professores que ensinam matemática: um balanço de 25 anos da pesquisa brasileira. Educação em Revista, 36, 137-160. http://educa.fcc.org.br/pdf/edur/n36/n36a09.pdf

Fiorentini, D. et al. (2016). O professor que ensina matemática como campo de estudo: concepção do projeto de pesquisa. In D. Fiorentini, C.L.B. Passos, & R.C.R. Lima. (org.). Mapeamento da pesquisa acadêmica brasileira sobre o professor que ensina matemática: Período 2001-2012 (pp. 17-42). E-Book. ISBN 978-85-7713-198-3.

Fiorentini, D. (1994). Rumos da pesquisa brasileira em educação matemática: O caso da produção científica em cursos de pós-graduação. (Tese de Doutorado em Educação, Universidade Estadual de Campinas).

Gibbs, G. (2009). Análise de dados qualitativos. Artmed.

Gil, A.C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa. 4ª ed. Atlas.

Howe, K.R. (1988). Against the quantitative-qualitative incompatibility thesis – or dogmas die hard. Educational Researcher, 17(8), 10-16.

Klüber, T.E., et al. (2015). Rumos e avanços da modelagem matemática na educação matemática brasileira: Um olhar sobre a pesquisa a partir dos resumos do V SIPEM. Indagatio Didactica, 7(1), 1-60.

Lerman, S. (2013). Theories in practice: Mathematics teaching and mathematics teacher education. ZDM-Mathematics Education, 45, 623-631.

Lewgoy, A.M.B., & Arruda, M.P. (2004). Novas tecnologias na prática profissional do professor universitário: A experiência do diário digital. Revista Textos e Contextos: coletâneas em Serviço Social, 2, 115-130. EDIPUCRS.

Ludke, M., & André, M. (1986). Pesquisa em educação: Abordagens qualitativas. EPU.

Machado, V.L. et al. (2006). As tendências da pesquisa em educação matemática nos periódicos Zetetiké e Bolema no período de 1999 a 2004. Anais do 3º Seminário Internacional de Pesquisa em Educação Matemática. Águas de Lindóia: São Paulo. http://www.sbemparana.com.br/viisipem/portuguese/index.php.

Melo, M. V. (2006). Três décadas em educação matemática na Unicamp: Um estudo histórico a partir de teses e dissertações. (Dissertação Mestrado em Educação, Universidade Estadual de Campinas).

Melo, M.V., & Fiorentini, D. (2006). Estado da arte da pesquisa em educação matemática: Uma modalidade de pesquisa histórica? Anais do 3º Seminário Internacional de Pesquisa em Educação Matemática. Águas de Lindóia: São Paulo. http://www.sbemparana.com.br/viisipem/portuguese/index.php.

Moretti, V.D., Ribeiro, F.D., & Panossian, M. L. (2013). Teoria histórico-cultural na produção acadêmica sobre formação de professores de matemática. Anais da 36ª reunião nacional da ANPEd (pp. 1-19). Goiânia: Associação Nacional de Pós-Graduação. http://www.anped.org.br/sites/default/files/gt19_2982_texto.pdf.

Passos, C.L.B., Nacarato, A.M., Fiorentini, D., & Miskulin, R.G.S. (2006). Desenvolvimento profissional do professor que ensina matemática: Uma meta-análise de estudos brasileiros. Quadrante, 15(1-2), 193-219.

Paulin, J.F.V., & Miskulin, R.G.S. (2015). Educação a distância online e formação de professores: Práticas de pesquisas em educação matemática no estado de São Paulo. Bolema, 29(53), 1084-1114.

Sampaio, T.C.A.S. (2013). A importância da metodologia da pesquisa para a produção de conhecimento científico nos cursos de pós-graduação: A singularidade textual dos trabalhos científicos jurídicos. Revista do Programa de Pós-Graduação em Direito da Universidade Federal da Bahia, 23(25), 230-249.

Severino, A.J. (2007). Metodologia do trabalho científico. 23ª ed. Cortez.

Skott, J. (2013). Understanding the role of the teacher in emerging classroom practices: Searching for patterns of participation. ZDM-Mathematics Education, 45(4), 547-559.

Trivinos, A.N.S. (1987). Introdução à pesquisa em ciências sociais: A pesquisa qualitativa em educação. Atlas.

Vilela, E.O. (2008). Eu pesquiso, tu pesquisas, eles... E quem ensina e quem aprende Matemática? Um estudo sobre a produção acadêmica do GT Educação Matemática - Anped (2000 – 2007). (Dissertação de Mestrado em Educação e Infância, Universidade Federal de Santa Cantarina).




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2020v22i3p373-398

Direitos autorais 2021 Educação Matemática Pesquisa : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES DA REVISTA
     
             Anti-Plágio