Cadernos Metrópole.

A revista Cadernos Metrópole surgiu no final dos anos 1990 como um dos principais produtos do Observatório das Metrópoles e tem como principal objetivo difundir os resultados da análise comparativa entre as metrópoles. A revista publica textos de pesquisadores e estudiosos da temática urbana, que dialogam com o debate sobre os efeitos das transformações socioespaciais no condicionamento do sistema político-institucional das cidades e os desafios colocados à adoção de modelos de gestão baseados na governança urbana. Os Cadernos Metrópole constituem um convite à reflexão, ao debate e à pesquisa sobre as metrópoles contemporâneas e são uma importante referência para os pesquisadores das áreas de Planejamento Urbano e Regional, Arquitetura, Urbanismo, Geografia, Demografia e Ciências Sociais, destacando-se entre os demais periódicos dessas áreas, por seu caráter interdisciplinar.

Informamos que a revista "Cadernos Metrópole" já está disponível no site SciELO Brasil www.scielo.br

A fim de agilizar a consulta e a visibilidade individual de cada publicação, além do acesso pela lista de periódicos na SciELO, é possível consultar a revista a partir de sua home page no endereço: http://www.scielo.br/cm

Notícias

 

Chamada de Artigos: Cadernos Metrópole nº 47: Metropolização: dinâmicas, escalas e estratégias

 

Os Editores Científicos e a Comissão Editorial da revista Cadernos Metrópole convidam para a organização do v. 22, nº 47 os pesquisadores das diversas áreas de conhecimento, que abordam a questão urbana e regional, a enviarem textos sobre o tema:

Metropolização: dinâmicas, escalas e estratégias

A afirmação de que a realidade urbana está em transformação não é nova, contudo, tal qual a relação dialética entre quantidade e qualidade, a escala de urbanização atual se transforma em um outro processo, o de metropolização.

A metropolização designa, desse modo, o estado atual da territorialização tanto de países como de regiões e embaça as divisões clássicas entre rural e urbano e entre as próprias cidades. A metropolização do espaço não produz só metrópoles, senão também a transformação dos lugares, das condições e dos modos de vida, bem como das estruturas de produção de bens e serviços.

Esse número dos Cadernos Metrópole visa animar os debates que ocorrem em torno desse tema, estimulando, dessa forma, a publicação de artigos que tenham por objeto de análise o processo de metropolização em suas mais diferentes manifestações, em especial aquelas que enfocam a metrópole à luz de seu poder de articulação e polarização do território; dos arranjos espaciais decorrentes; das perspectivas econômicas emergentes; dos arranjos institucionais possíveis para capturar essa nova escala, além das novidades na perspectiva normativa; das bases de dados e informações capazes de subsidiar as análises; das oportunidades oferecidas pelo ambiente metropolitano; das metodologias de apreensão do fenômeno; de sua/s morfologia/s, entre outras, que permitam evidenciar a emergência de novas lógicas de produção e de apropriação desses/nesses territórios.

Assim, além de subsidiar os debates recentes sobre os processos de metropolização, espera-se que essa temática possibilite a ampliação da interlocução, por meio da proposição de artigos que retratem experiências advindas de outras realidades, além da brasileira.

Data-limite para envio dos trabalhos: 16 DE JUNHO DE 2019

 
Publicado: 2019-04-04 Mais...
 

Invitacion para Publicacion: Cadernos Metrópole nº 47: Metropolización: dinámicas, escalas y estrategias

 

Los editores de la revista Cadernos Metrópole invitan para la organización del ejemplar v. 22  n. 47,  investigadores de diferentes áreas del conocimiento que tratan de la cuestión urbana y regional a enviaren  textos que planteen el tema

Metropolización: dinámicas, escalas y estrategias

La afirmación de que la realidad urbana pasa por cambios no es nueva, sin embargo, tal cual la relación dialéctica entre cantidad y calidad, la escala de urbanización actual se transforma en otro proceso, el de metropolización.

La metropolización designa, de ese modo, el estado actual de la territorialización tanto de países como de regiones y empaña las divisiones clásicas entre rural y urbano y entre las propias ciudades. La metropolización del espacio no produce sólo metrópolis, sino también la transformación de los lugares, de las condiciones y de los modos de vida, así como de las estructuras de producción de bienes y servicios.

Este número de los Cadernos Metrópole pretende animar los debates que ocurren a cerca de este tema, estimulando  la publicación de artículos que tengan por objeto de análisis el proceso de metropolización en sus más diferentes manifestaciones, en especial aquellas que enfocan la metrópoli a la luz de su poder de articulación y polarización del territorio; de los arreglos espaciales resultantes; de las perspectivas económicas emergentes; de los arreglos institucionales posibles para capturar esa nueva escala, además de las novedades en la perspectiva normativa; de las bases de datos e informaciones capaces de subsidiar los análisis; de las oportunidades ofrecidas por el entorno metropolitano; de las metodologías de aprehensión del fenómeno; de su / s morfología / s, entre otras, que permitan evidenciar la emergencia de nuevas lógicas de producción y de apropiación de esos / en esos territorios.

Al fin y al cabo, además de subsidiar los debates recientes sobre los procesos de metropolización, se espera que esta temática plantee ampliación de la interlocución, por medio de la proposición de artículos que retraten experiencias provenientes de otras realidades, además de la brasileña.

Fecha-límite para envío de los trabajos: 16 JUNIO 2019

 
Publicado: 2019-04-04 Mais...
 

Call for Papers: Cadernos Metrópole nº 47: Metropolization: dynamics, scales and strategies

 

The Scientific Editors and Editorial Committee of the journal Cadernos Metrópole invite researchers from areas of knowledge that approach the urban and regional issue to send texts to the organization of volume 22, number 47, about the theme

Metropolization: dynamics, scales and strategies

The statement that urban reality is in transformation is not new. However, just like the dialectic relationship between quantity and quality, the current urbanization scale is transformed into another process – that of metropolization.

Thus, metropolization designates the current state of the territorialization of countries and regions, and blurs the classic divisions between rural and urban and between cities themselves. The metropolization of the space does not produce metropolises only; it also transforms places, conditions and ways of life, not to mention the structures of production of goods and services.

This issue of Cadernos Metrópole aims to encourage debates on this theme, stimulating the publication of articles whose object of analysis is the metropolization process in its different manifestations, especially those that focus on the metropolis in light of: its power of articulation and polarization of the territory; the resulting spatial arrangements; the emerging economic perspectives; possible institutional arrangements to capture this new scale and novelties in the regulation perspective; databases and information capable of subsidizing analyses; the opportunities offered by the metropolitan environment; methodologies to capture the phenomenon; its morphology(ies), among other aspects that cast light on the emergence of new logics of production and appropriation of/in these territories.

Therefore, besides subsidizing recent debates about metropolization processes, we hope that this theme contributes to amplify interlocution, by means of the submission of articles that portray experiences originating in realities other than the Brazilian one. 

Deadline to send manuscripts: JUNE 16, 2019

 
Publicado: 2019-04-04 Mais...
 
Outras notícias...

v. 20, n. 43 (2018): as metrópoles no atual padrão de expansão do capitalismo


Capa da revista