Revisão sistemática na área de Ensino e Educação Matemática: análise do processo e proposição de etapas
Systematic review in the area of Mathematical Education and Teaching: analysis of the process and proposal of steps

Luiz Otavio Rodrigues Mendes, Ana Lucia Pereira

Resumo


Resumo

Com o intuito de contribuir para a organização de pesquisas do tipo revisões sistemáticas, no presente artigo temos dois objetivos centrais: primeiramente, identificar como e se os trabalhos que propõem etapas para o desenvolvimento de revisões sistemáticas contemplam as pesquisas voltadas para a área de Ensino e Educação Matemática; e, após, apresentar os procedimentos metodológicos de como realizamos a revisão sistemática na presente pesquisa, por meio de uma proposta detalhada de como desenvolver uma revisão sistemática voltada para esta área. Como procedimentos metodológicos, utilizaram-se pressupostos da revisão sistemática de literatura, seguindo como parâmetros os Principais Itens para Relatar Revisões Sistemáticas e Meta-análises – PRISMA. Foram encontradas sete produções que propunham etapas. Ao contrastá-las, emergiram cinco etapas que se constituem como comuns a este tipo de pesquisa, a saber: I – Objetivo e pergunta; II – Busca dos trabalhos; III – Seleção dos estudos; IV – Análise das produções; V – Apresentação da revisão sistemática. Além disso, evidenciamos que nenhuma delas era caracterizada como específica para a área de Ensino e Educação Matemática. À vista disso, elaboramos uma proposta detalhada que pode ser utilizada nesta área. Consideramos que essa pesquisa pode contribuir na elaboração de trabalhos mais sistêmicos, bem como colaborar com pesquisadores que tenham um interesse em desenvolver revisões sistemáticas.

Palavras-chave: Pesquisa Bibliográfica. Guia. Padrões Metodológicos.

Abstract

In order to contribute to the organization of research of the systematic revision type, in this article we have two central objectives: first, to identify how and if the works that propose steps for the development of systematic revisions contemplate research directed to the area of Teaching and Mathematical Education; and second, to present the methodological procedures of how we carry out the systematic revision in this research, presenting a detailed proposal of how to develop a systematic revision directed to this area. As methodological procedures, the assumptions of the systematic literature review were used, following as parameters the Main Items for Reporting Systematic Reviews and Meta-analyzes – PRISMA. Seven productions were found that proposed stages. By contrasting them, five steps emerged that are common to this type of research, namely: I – Objective and question; II – Search for jobs; III – Selection of studies; IV – Analysis of productions; V – Presentation of the systematic review. In addition, it was evident that none of them were characterized specifically for the area of Teaching and Mathematical Education. In view of this, we have elaborated a detailed proposal that can be used in this area. It is considered that this research can contribute to the elaboration of more systemic works, as well as collaborate with researchers who have an interest in developing systematic reviews.

Keywords: Bibliographic research. Guide. Methodological Standards.

Resumen

Con el fin de contribuir a la organización de la investigación de tipo revisión sistemática, en este artículo tenemos dos objetivos principales: primero, identificar cómo y si los trabajos que proponen pasos para el desarrollo de revisiones sistemáticas contemplan la investigación dirigida al área de Enseñanza y Educación Matemática; y segundo, presentar los procedimientos metodológicos de cómo llevamos a cabo la revisión sistemática en esta investigación, presentando una propuesta detallada de cómo desarrollar una revisión sistemática dirigida a esta área. Como procedimientos metodológicos se utilizaron los supuestos de la revisión sistemática de la literatura, siguiendo como parámetros los Ítems Principales para Reporte de Revisiones Sistemáticas y Metaanálisis – PRISMA. Se encontraron siete producciones que propusieron etapas. Al contrastarlos, surgen cinco etapas que son comunes a este tipo de investigación, a saber: I – Objetivo y pregunta; II – Búsqueda de empleo; III – Selección de estudios; IV – Análisis de producciones; V – Presentación de la revisión sistemática. Además, se evidenció que ninguno de ellos se caracterizó específicamente por el área de Docencia y Educación Matemática. En vista de esto, hemos elaborado una propuesta detallada que se puede utilizar en esta área. Se considera que esta investigación puede contribuir a la elaboración de trabajos más sistémicos, así como colaborar con investigadores que tengan interés en desarrollar revisiones sistemáticas.

Palabras clave: Investigación bibliográfica. Guía. Estándares metodológicos.


Palavras-chave


Pesquisa Bibliográfica, Guia, Padrões Metodológicos.

Texto completo:

PDF

Referências


Bento, T. (2014). Revisões sistemáticas em desporto e saúde: Orientações para o planeamento, elaboração, redação e avaliação. Motricidade, 10(2), 107-123.

Booth, A. et al. (2012). The nuts and bolts of PROSPERO: an international prospective register of systematic reviews. Systematic reviews, v. 1, n. 1, p. 2.

Brizola, J.; Fantin, N. (2017). Revisão da Literatura e Revisão sistemática da Literatura. Revista de Educação do Vale do Arinos-RELVA, v. 3, n. 2.

Caiado, R., Rangel, L. A., Quelhas, O., & Nascimento, D. (2016). Metodologia de revisão sistemática da literatura com aplicação do método de apoio multicritério à decisão Anais do Congresso Nacional de Excelência em Gestão (Vol. 12, pp. 1-20).

Cordeiro, A. M. et al. (2007). Revisão sistemática: uma revisão narrativa. Revista do Colégio Brasileiro de Cirurgiões, v. 34, n. 6, p. 428-431.

Conforto, E. C., Amaral, D. C., & Silva, S. D. (2011). Roteiro para revisão bibliográfica sistemática: aplicação no desenvolvimento de produtos e gerenciamento de projetos. Anais do 8º Congresso Brasileiro de Gestão e Desenvolvimento de Produtos, Porto Alegre.

Donato, H., & Donato, M. (2019). Etapas na Condução de uma Revisão Sistemática. Acta Medica Portuguesa.

Ferenhof, H. A.; Fernandes, R. F. (2016). Desmistificando a revisão de literatura como base para redação científica: método SSF. Revista ACB, v. 21, n. 3, p. 550-563.

Fontelles, M. J., Simões, M. G., Farias, S. H., & Fontelles, R. G. S. (2009). Metodologia da pesquisa científica: diretrizes para a elaboração de um protocolo de pesquisa. Revista paraense de medicina, 23(3), 1-8.

Galvão, M. C. B.; Ricarte, I. L. M. (2019). Revisão Sistemática da Literatura: conceituação, produção e publicação. Logeion: Filosofia da Informação, v. 6, n. 1, p. 57-73.

Gil, A. C. (2002). Como elaborar projetos de pesquisa (Vol. 4, p. 175). São Paulo: Atlas.

Gomes, I. S., Caminha, I. O. (2014). Guia para estudos de revisão sistemática: uma opção metodológica para as Ciências do Movimento Humano. Movimento 20(1), 395-411.

Gris, G., Palombarini, L. D. S., & Carmo, J. D. S. (2019). Uma Revisão Sistemática de Variáveis Relevantes na Produção de Erros em Matemática. Bolema: Boletim de Educação Matemática, 33(64), 649-671.

Khan, K. S. et al. (2003). Five steps to conducting a systematic review. Journal of the royal society of medicine, v. 96, n. 3, p. 118-121.

Lüdke, M., André, M. E. D. A. (1986). Abordagens qualitativas de pesquisa: a pesquisa etnográfica e o estudo de caso. São Paulo: EPU, 11-24.

Lopes, A. L. M., Fracolli, L. A. (2008). Revisão sistemática de literatura e metassíntese qualitativa: considerações sobre sua aplicação na pesquisa em enfermagem. Texto & Contexto-Enfermagem, 17(4), 771-778.

Martínez-Silveira, M. S., Silva, C. H. D., Laguardia, J. (2014). A revisão sistemática como método em estudo bibliométrico. Disponível em:< https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/29527>.

Moher, D., Liberati, A., Tetzlaff, J., & Altman, D. G. (2009). Preferred reporting items for systematic reviews and meta-analyses: the PRISMA statement. Annals of internal medicine, 151(4), 264-269.

Okoli, C. (2019). Guia Para Realizar uma Revisão Sistemática de Literatura. EAD em Foco,9

Patino, C. M.; Ferreira, J. C. (2018). Critérios de inclusão e exclusão em estudos de pesquisa: definições e por que eles importam. Jornal Brasileiro de Pneumologia, v. 44, p. 84-84.

Pereira, M. G.; Galvão, T. F. (2014). Etapas de busca e seleção de artigos em revisões sistemáticas da literatura. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 23, p. 369-371.

Pietruchinski, M. H., Neto, J. C., Malucelli, A., & Reinehr, S. (2012, October). Os jogos educativos no contexto do SBIE: uma revisão sistemática de Literatura. Anais do Simpósio Brasileiro de Informática na Educação.

Porfírio, G. (2012). Revisão da Literatura. Material da internet, disponível em:.

Romanowski, J. P.; Ens, R. T. (2006). As pesquisas denominadas do tipo “estado da arte” em educação. Diálogo Educacional, Curitiba, v. 6, n.19, p.37-50.

Sampaio, R. F.; Mancini, M. C. (2007). Estudos de revisão sistemática: um guia para síntese criteriosa da evidência científica. Brazilian Journal of Physical Therapy, 11(1), 83-89.

Sousa, L. M. M. et al. (2018). Revisões da literatura científica: tipos, métodos e aplicações em enfermagem. Revista Portuguesa de Enfermagem de Reabilitação, v. 1, n. 1, p. 45-54.

Sousa, M. R. D., & Ribeiro, A. L. P. (2009). Revisão sistemática e meta-análise de estudos de diagnóstico e prognóstico: um tutorial. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, 93, 241-251.

Shiwa, S. R. et al. (2011). PEDro: a base de dados de evidências em fisioterapia. Fisioterapia em Movimento, v. 24, n. 3, p. 523-533.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2020v22i3p196-228

Direitos autorais 2021 Educação Matemática Pesquisa : Revista do Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição - Não comercial - Sem derivações 4.0 Internacional.

INDEXADORES DA REVISTA
     
             Anti-Plágio