Uma análise bernsteniana sobre as regras discursivas expressas em um material curricular educativo
An bernstenian analysis on the discursive rules expressed in an curricular educational materials

Reinaldo Feio Lima, Andréia Maria Pereira de Oliveira

Resumo


Neste artigo, nosso objetivo é identificar e caracterizar o princípio de enquadramento no Material Curricular Educativo intitulado “Recurso Multimídia na Formação de Professores: o caso os colares”. A natureza da pesquisa é qualitativa e foram coletados por meio de documentos, sendo analisados à luz de construtos da teoria dos códigos de Basil Bernstein. Os resultados evidenciaram que a regra seleção, sequenciamento e ritmagem, tiveram um total controle da professora quanto aos aspectos relacionados na seleção dos temas, problema, conteúdo que compõem a tarefa “os colares”. No entanto, para  regra discursiva critérios de avaliação, as análises mostraram que a tarefa matemática “os colares” não apresenta o trabalho que os estudantes devem realizar, nem os procedimentos/estratégias que devem ter, assim, os estudantes dispõem de uma gama de opções no contexto da resolução, já que a professora deixou pouco claro o texto a ser produzido pelos estudantes (critérios de avaliação implícitos).


Palavras-chave


Regras discursivas; Materiais curriculares educativos; Professor

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIAR, W. R.; OLIVEIRA, A. M. P. Uma análise sociológica bernsteniana sobre os usos de materiais curriculares educativos. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v.19, n.1, p.403-422, 2017.

BALL, D. L.; COHEN, D.K. Reform by the book: What is - or might be - the role of curriculum materials in teacher learning and instructional reform? Educational Researcher, v. 25, n. 9, p. 6-8, 14, 1996.

BARBOSA, J. C. Materiais curriculares para professores de Matemática: oportunidades e limitações. In: SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE PESQUISA EM EDUCAÇÃO MATEMÁTICA, 4., 2015, Pirenópolis. Anais... SBEM: Perenópolis, 2015, p. 1-4, 2015.

BERNSTEIN, B. Class, codes and control: the structuring of pedagogic discourse. Londres: Routledge, 2003, v. 4.

______. Pedagogy, symbolic control and identify: theory, research, critique. Lanham: Rowman & Littlefield, 2000. 230 p.

______. A estruturação do discurso pedagógico: classe, códigos e controle. Petrópolis: Vozes, 1996.

BEYER, C. J.; DAVIS, E. A. Using Educative Curriculum Materials to Support Preservice Elementary Teachers’ Curricular Planning: A Comparison Between Two Different Forms of Support, Curriculum Inquiry, v.39, n.5, p.679-703, 2009.

BROWN, M. W. The Teacher-Tool Relationship: Theorizing the Design and Use of Curriculum Materials. In: REMILLARD, J. T., HERBEL-EISENMANN, B. A.; LLOYD, G. M. (Ed.). Mathematics Teachers at work: Connecting curriculum Materials and classroom instruction. New York: Routledge, 2009.

BORKO, H. Professional Development and Teacher Learning: Mappin the Terrain. Educational Researcher, Washington, v. 33, n. 8, p. 3-15, 2004.

CANAVARRO, A. P. Ensino exploratório da Matemática: Práticas e desafios. Educação e Matemática, Lisboa, n. 115, p. 11-17, 2011.

CYRINO, M. C. C. T.; OLIVEIRA, H. M. Ensino exploratório e casos multimídia na formação de professores que ensinam matemática. In: Recurso multimídia para formação de professores que ensinam matemática: elaboração e perspectivas. Londrina: Eduel, 2016. p. 20-32.

DAVIS, E.; KRAJCIK, J. Designing Educative Curriculum Materials to Promote Teacher Learning. Educational Researcher, v. 34, n. 3, p. 3-14, 2005.

DAVIS, E.; NELSON, M.; BEYER, C. Using educative curriculum materials to support teachers in developing pedagogical content knowledge for scientific Modelling. Proceedings of the Narst 2008 Annual Meeting, 2008, p. 3-8.

DENZIN, N. K.; LINCOLN, Y. S. O planejamento da pesquisa qualitativa: teorias e abordagens. 2. ed. Trad. Sandra Regina Netz. Porto Alegre: Artmed, 2010.

LUDKE, M.; ANDRÉ, M. E. A. A. Pesquisa em educação: abordagens qualitativas. São Paulo: E.P.U. 2012.

MARCELO, C. Desenvolvimento profissional docente: passado e futuro. Revista de Ciências da Educação, n. 8, jan/abr, 2009.

MORAIS, A. M.; NEVES, I. P. A teoria de Basil Bernstein: Alguns aspetos fundamentais. Revista Práxis Educativa, v. 2, n. 2, p. 115-130, 2007.

_______. Materiais curriculares, práticas e aprendizagens: estudo no contexto das ciências do 1º Ciclo do Ensino Básico. Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 8, n. 1, p. 133-171, jan./jun. 2013.

OLIVEIRA, H.; CYRINO, M. Developing knowledge about inquiry-based teaching by analysing a multimídia case: one study with prospective Mathematics Teachers. Journal of Education, Sisyphus, v.1, n.3, p.214-245, 2013.

OLIVEIRA, H.; MENEZES, L.; CANAVARRO, A. P. Conceptualizando o ensino exploratório da Matemática: Contributos da prática de uma professora do 3º ciclo para elaboração de um quadro de referência. Quadrante, Lisboa, v. 22, n. 2, p. 29-53, out. 2013.

ORTIGOSA, A. B. “Recursos didácticos para trabajar em aula de inglês”. 2010. Disponível em: http: // www.csi csif.es /andalucia /modules /mod_ense /revista/pdf/ Numero_33/Antonio_Blazquez_Ortigosa_1.pdf. Acesso em: jun/2017.

PRADO, A. S. As imagens da prática pedagógica nos textos dos materiais curriculares educativos sobre modelagem matemática. 2014. 111f. Dissertação (Mestrado em Ensino, Filosofia e História das Ciências) ¬− Instituto de Física/Departamento de Ciências Exatas, Universidade Federal da Bahia e Universidade Estadual de Feira de Santana, Salvador, 2014.

PRADO, A. S.; OLIVEIRA, A. M. P.; BARBOSA, J. C. Uma análise sobre a imagem da dimensão interacional da prática pedagógica representada em materiais curriculares educativos. Educação Matemática Pesquisa, São Paulo, v. 16, p. 505-534, 2014.

PRADO, A. S.; OLIVEIRA, A. M. P.; BARBOSA, J. C. Uma análise sobre a imagem da dimensão estrutural da prática pedagógica representada em materiais curriculares educativos. Bolema: Boletim de Educação Matemática, Rio Claro, v. 30, n. 55, p. 738-762, 2016.

REMILLARD, J.T. Considering what we know about the relationship between teachers and curriculum materials. In: REMILLARD, J.T.; HERBEL-EISENMANN, B.A.; LLOYD, G.M. Mathematics Teachers at Work: Connecting Curriculum Materials and Classroom Instruction. 1. ed. New York: Routledge, 2009. p. 85-92.

REMILLARD, J. T.; HERBEL-EISENMANN, B. A.; LLOYD, G. M. (Eds.). Mathematics teachers at work: Connecting curriculum materials and classroom instruction (Studies in Mathematical Thinking and Learning Series, A. Schoenfeld, Ed.). New York: Routledge, 2009.

SACRISTÁN, J. G. O currículo: uma reflexão sobre a prática. Tradução: Ernani F. da Fonseca Rosa. 3. ed. Porto Alegre: Artmed, 2000.

SCHNEIDER, R. M.; KRAJCIK, J. Supporting science teacher learning: The role of educative curriculum materials. Journal of Science Teacher Education, v.13, n.3, p.221-245, 2002.

SILVA, P.; MORAIS, A. M.; NEVES, I. P. Materiais curriculares, práticas e aprendizagens: Estudo no contexto das ciências do 1º Ciclo do Ensino Básico. Revista Práxis Educativa, v. 8, n. 1, p. 133-172, 2013.

STEIN, M. K.; KIM, G. The Role of Mathematics Curriculum Materials in Large-Scale Urban Reform: An Analysis of Demands and Opportunities for Teacher Learning. In: REMILLARD, Janine T.; HERBEL-EISENMANN, Beth A.; LLOYD, Gwendolyn Monica (Ed.). Mathematics Teachers at Work: Connecting curriculum materials and classroom instruction. New York: Taylor & Francis, 2009. p. 37-55.

STURMER, K.; KONIGS, K.; SEIDEL, T. Declarative knowledge and professional vision in Teacher education: effect of courses in teaching and learning. The British Journal of Educational Psychology, v.83, n.3, p. 467-483, set.2013.

TOMÁS FEREIRA, R.; OLIVEIRA, H. M.; CYRINO, M. C. C. T. A discussão na aula de matemática a partir da análise de um caso multimídia na formação inicial de professores. In: PONTE, J. P. da (Ed). Práticas profissionais dos professores de Matemática. Lisboa: Instituto de Educação da Universidade de Lisboa, 2014. p. 491-512.




DOI: https://doi.org/10.23925/1983-3156.2018v21i2p379-393

Métricas do artigo

Carregando Métricas ...

Metrics powered by PLOS ALM


INDEXADORES DA REVISTA